Edital de Seleção de Doutorado 2018

Edital de Seleção de Doutorado 2018

O Coordenador do Programa de Pós-Graduação em História Social do Instituto de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro, no uso de suas atribuições, torna público, para conhecimento dos interessados, que se encontram abertas as inscrições para o exame de seleção para ingresso no Curso de Doutorado em História Social, a partir do dia 20 de setembro ao dia 23 de outubro de 2017, exclusivamente por via de inscrição eletrônica, acessível no endereço eletrônico https://www.ppghis.historia.ufrj.br/ingresso/inscricoes2018/, de acordo com as seguintes disposições:

 

I – VAGAS:

O número máximo de vagas é 30 (trinta), não havendo nenhum comprometimento, por parte do Programa, com o preenchimento total das vagas, nem com a concessão de bolsas. O número de vagas disponibilizadas por cada docente do PPGHIS estará disponível no site do Programa (https://www.ppghis.historia.ufrj.br/), na mesma página onde se encontra a ficha de inscrição.

 

II – REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO:

1)      Ser graduado em História ou em área afim em curso superior credenciado e reconhecido pelo Ministério da Educação;

2)      Preencher a ficha de inscrição, anexando cópias digitais dos documentos requeridos na mesma, a saber:

  • Fotografia atualizada do candidato;
  • Carteira de identidade;
  • Diploma de graduação;
  • Diploma de pós-graduação, ou certificado de concluinte;
  • Histórico escolar relativo à formação acadêmica nos níveis de graduação e de Pós-graduação;

3)      Incluir, na ficha de inscrição, o endereço eletrônico para o curriculum vitae Lattes atualizado;

4)      Indicar, na ficha de inscrição, as duas línguas estrangeiras em que prestará exame. A segunda poderá ser inglês, francês ou qualquer língua que tenha relevância para a pesquisa a ser desenvolvida, seja para fontes primárias ou para historiografia pertinente, o que deve ser justificado pelo candidato na ficha de inscrição. Uma das línguas deverá ser necessariamente o francês ou o inglês. A opção pela língua espanhola só será aceita no caso de seu conhecimento ser indispensável à análise de fontes históricas primárias, o que também deve ser justificado no ato de inscrição;

5)      Anexar à ficha de inscrição o projeto de pesquisa, em formato PDF, que pretende desenvolver no curso de Doutorado, tendo em vista o prazo máximo para conclusão de 4 (quatro) anos, adequado aos temas de orientação dos professores do Programa (ver Anexo I, “Temas de Orientação dos Professores do PPGHIS”, parte integrante deste edital). O projeto deverá ser digitado em espaço 1,5 (um e meio), letra Times New Roman, corpo 12, em papel formato A4, margens de 2,5cm, com até 15 (quinze) páginas de texto (afora a bibliografia), incluindo obrigatoriamente um resumo de 1 (uma) lauda. O projeto de pesquisa deve observar as recomendações constantes do “Roteiro para Elaboração de Projeto de Pesquisa” (ver Anexo II, parte integrante deste edital). O título do arquivo deve incluir o nome do candidato, da seguinte forma: “NOME_projeto”.

6)      Anexar à ficha de inscrição o memorial do candidato, em formato pdf. O memorial deve abarcar a trajetória acadêmica do candidato, além de indicar as etapas da sua formação e as principais publicações até o momento. O memorial deverá ser digitado em espaço 1,5 (um e meio), letra Times New Roman, corpo 12, em papel formato A4, margens de 2,5cm e não deverá ultrapassar três (3) páginas de texto. O título do arquivo deve incluir o nome do candidato, da seguinte forma: “NOME_memorial”.

7)      A não observância destas regras implicará a não homologação da inscrição. É reponsabilidade do candidato que estes documentos estejam em arquivos tipo PDF ou JPEG/JPG, como for apropriado, de até 5 Mb.

 

III – EXAME DE SELEÇÃO:

1)      Avaliação do projeto de pesquisa (sem a presença do candidato). Cada projeto será avaliado por três professores do Programa. A banca examinadora indicará dois avaliadores, levando em conta o critério da análise pelos especialistas, membros do corpo docente do PPGHIS. O terceiro avaliador será indicado pelo candidato, na própria ficha de inscrição, podendo este vir a ser o seu futuro orientador. Estarão habilitados para a etapa seguinte os projetos que forem selecionados por pelo menos dois dos avaliadores do Programa antes designados. Não serão atribuídas notas nesta etapa da avaliação.

2)      Prova escrita, eliminatória e anônima. Estarão classificados para a etapa seguinte os candidatos e candidatas que obtiverem nota igual ou superior a 7,0 (sete). Serão propostas três questões, relativas a cada uma das linhas de pesquisa do PPGHIS (Sociedade e Cultura; Sociedade e Política; Sociedade e Economia). As questões serão estabelecidas a partir da bibliografia indicada no edital (ver Anexo III, parte integrante deste edital), e os candidatos escolherão apenas uma das questões para desenvolver na prova. O peso da prova escrita na nota final é seis (6).

3)      Prova oral de arguição do projeto de pesquisa e do memorial, com os candidatos aprovados na etapa anterior. Os candidatos que não atingirem a nota mínima sete (7,0) serão eliminados. O peso da prova oral na nota final é quatro (4).

4)      Prova de competência em leitura de uma língua estrangeira, constituída de tradução de um texto de caráter historiográfico, nos termos do item quatro (04) do tópico II. O candidato poderá consultar dicionário da língua escolhida, sendo vedado o uso de dicionário com tradução para o português. A prova de língua estrangeira não será eliminatória, podendo ser repetida após seis meses de ingresso no Programa, em data a ser determinada. Neste caso, o candidato reprovado na primeira prova não terá direito a bolsa no primeiro ano do curso. O candidato que não for aprovado na segunda prova será desligado do programa. A prova de língua estrangeira será eliminatória, sendo exigida a nota mínima sete (7,0). Serão aceitos certificados ou diplomas de último nível de cursos de línguas estrangeiras, oficialmente reconhecidos pelas autoridades competentes. Serão reconhecidos os exames de competência em leitura de língua estrangeira realizados quando da seleção e aprovação para o Curso de Mestrado em História Social no Programa de Pós-graduação em História Social da UFRJ ou em outros programas reconhecidos pela CAPES. Neste caso, deverá ser assinalada, na ficha de inscrição, a solicitação de dispensa, devendo o candidato anexar aos documentos exigidos para a inscrição a cópia digital do comprovante que fundamenta sua solicitação.

5)      Sobre o sistema de cotas para negros, indígenas e/ou pessoas com deficiência física:

5.1)         O candidato optante pelas cotas para negros, indígenas e/ou pessoa com deficiência física deverá assinalar a declaração apropriada na ficha de inscrição eletrônica.

5.2)         Além das vagas abertas no processo seletivo, serão acrescidos outros 20% destinados às vagas de cotas.

5.3)         A nota mínima para os candidatos optantes pelas cotas para negros, indígenas e/ou pessoa com deficiência física será 6,0 (seis) nas etapas da prova escrita e na arguição do Projeto de Pesquisa e do Memorial.

5.4)         Em relação às cotas, os casos omissos serão encaminhados pela Comissão de Seleção e Avaliação ao Colegiado do Programa de Pós-Graduação em História Social.

 

IV – RESULTADOS:

Serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem como média final grau 7,0 (sete) ou superior. A média final resultará da avaliação em duas etapas: (a) nota na prova escrita, com peso seis (6), e (b) prova oral, com peso quatro (4). A nota de aprovação em cada uma destas etapas é 7,0 (sete). As notas das provas de línguas estrangeiras não serão consideradas para o cômputo da média final.

Em relação aos candidatos optantes pelo sistema de cotas, serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem como media final grau 6,0 (seis) ou superior.

OBSERVAÇÃO: Os pedidos de vistas e revisão de provas deverão ser encaminhados ao PPGHIS nas 48 horas que se seguirem à divulgação oficial dos resultados, em cada uma das etapas do processo de seleção (com base nos itens 2, 4 e 6 do calendário a seguir).

 

V – CALENDÁRIO DO EXAME DE SELEÇÃO:

 

1) Divulgação da relação de candidatos cujas inscrições tenham sido homologadas:                     25 de outubro de 2017, às 16 horas.

2) Divulgação da relação de candidatos aprovados no exame dos projetos: 24 de novembro de 2017, às 10 horas.

3) Prova escrita: 29 de novembro de 2017, quarta-feira, às 10 horas.

4) Divulgação da relação dos candidatos aprovados na prova escrita, bem como de suas notas: dia 4 de dezembro, às 10 horas.

5) Prova oral: dias 7 e 8 de dezembro de 2017, a partir das 10 horas, por ordem alfabética.

6) Divulgação da relação dos candidatos aprovados na prova oral, bem como de suas notas: 11 de dezembro de 2017, às 14 horas.

7) Provas de línguas estrangeiras: 13 de dezembro de 2017. 1a língua: de 9 às 11 horas; 2a língua: das 12 às 14 horas.

8) Divulgação do resultado final: 15 de dezembro de 2017, às 16 horas.

 

VI – COMISSÃO DE SELEÇÃO

Membros Titulares:

  1. Marieta de Moraes Ferreira
  2. Maria Aparecida Rezende Mota
  3. João Luis Ribeiro Fragoso
  4. Monica Lima e Souza
  5. William de Souza Martins

 

Suplentes:

  1.  José Augusto Pádua
  2.  Cacilda Machado

 

Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão de Seleção.

 

Rio de Janeiro, 24 de agosto de 2017.

Ana Beatriz Pinheiro
Sandra Helena Ribeiro Santos

Secretaria do PPGHIS

 

Marcos Luiz Bretas
Lise Fernanda Sedrez

Coordenação do PPGHIS

 

 

Norma Côrtes

Diretora do Instituto de História

 

 

(Veja aqui o Edital DOUTORADO 2018 na íntegra, com anexos)