Revista Ars Historica – 15ª edição

Revista Ars Historica – 15ª edição

A Ars Historica, revista discente dos PPGHIS/UFRJ, tem o prazer de lançar a sua 15ª edição com um dossiê de História Medieval, colaborando com a contínua desconstrução da ideia de Idade das Trevas e abrindo espaço para debates de temas tão ricos. Nosso interesse começa desde a capa, arte do designer Ricardo Durski, uma gravura do século XVI que representa o Rei Luis IX de França durante a Oitava Cruzada, no século XIII. Além dos artigos e notas de pesquisa dossiê, a edição conta com artigos livres e resenha, ficando a primorosa apresentação a cargo de dois docentes da casa, Profª. Dra. Maria Beatriz de Mello e Souza e Prof. Dr. Gabriel Castanho.

Doutora em História da Arte pela Université de Paris Panthéon-Sorbonne (Paris I) e bacharel em História da Arte pela Bates College (EUA), a professora Maria Beatriz Mello e Souza trabalha com a história de imagens da Virgem Maria e iconografia cristã, coordena o Centro de História da Arte (CHA-UFRJ) e o projeto de pesquisa “Arte e Devoção: Quatro Séculos de História do Livro Ilustrado”, que enfoca o acervo da Real Biblioteca Portuguesa. O professor Gabriel Gastanho, por sua vez, é bacharel, licenciado e mestre pela Universidade de São Paulo (USP) e doutor em História, com menção máxima, pela École des Hautes Études en Sciences Sociales de Paris. Coordena o Laboratório de Teoria e História da Imagem e da Música Medievais (LATHIMM-USP) e tem como objetos de pesquisa as lógicas que orientam a organização das sociedades medievais, como por exemplo as formas retóricas e de comportamento assumidas pelas instituições religiosas. Coordena, entre outros, o projeto “O sistema eclesial medieval: História, Ciências Sociais e Monasticismo (Europa Ocidental, séculos IX-XIII)”.

Fazemos questão de destacar que a 15ª edição vem premiada, pela primeira vez, não só com uma, mas com duas importantes entrevistas para a área da História Medieval. Na primeira, entrevistamos o Prof. Dr. Francisco José Silva Gomes, professor já aposentado pela própria casa, que nos conta sua trajetória profissional e seus interesses acadêmicos, apresentando um panorama da área de História Medieval no Brasil, além de falar um pouco sobre seu rigor acadêmico e em como esse comportamento caracterizou seu posicionamento em sala de aula. Fica aqui a nossa homenagem a esse grande historiador, tão marcante para muitos estudantes.

Em meio à grande desvalorização e descaso do governo estadual do Rio de Janeiro para com a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e seus servidores e alunos, a revista conta com a colaboração do Prof. Dr. Rodrigo dos Santos Rainha, especialista em Idade Média e professor da Universidade Estácio de Sá, além da própria UERJ. A entrevista, além da própria trajetória do professor Rainha, trata da formação de professores e pesquisadores da área de Medieval, da noção de “ensino de qualidade” e de formas de integração entre o trabalho do historiador e a sociedade como um todo, tendo como exemplo os projetos “Rolé Carioca” e “Rolé Brasil”, com os quais o professor Rainha contribui.

Não menos importante, nossa seção de Artigos Livres é uma amostra da diversidade dos temas e problemas que incitam os estudiosos da História e das Ciências Sociais por todo o Brasil. Nesta edição, contamos com o trabalho de Rodrigo Marins Marreto, que mapeia o perfil de escravos da Vila de São João Batista de Nova Friburgo por meio dos documentos de batismo e das cartas de alforria.  Diante de tantos debates contemporâneos acerca da participação feminina nas esferas públicas e privadas, Cristiane de Paula Ribeiro analisa aspectos dos primórdios das sufragistas brasileiras encontrados em meios impressos em comparação com o livro Tratado sobre a emancipação política da mulher e direito de votar, da brasileira Anna Rosa Termacsics dos Santos, escrito na segunda metade do século XIX.  Já Ramon Castellano nos apresenta problemáticas entre a linguagem histórica e a realidade histórica para uma melhor compreensão do passado.

A décima quinta edição da Revista Ars Histórica procura colaborar com a produção e difusão de conhecimento e debate, não só na área de História Medieval, mas apontando os rumos da historiografia como um todo, divulgando os resultados das pesquisas mais recentes por meio da publicação destes investigadores. Esta edição também fica marcada para nós do corpo editorial como sendo a primeira de uma integração com outras duas revistas acadêmicas do Instituto de História da UFRJ: a Topoi, revista do Programa de Pós-Graduação em História Social (PPGHIS/UFRJ), cujo reconhecimento dispensa maiores apresentações e a revista Outrora, realizada pelo esforço dos alunos da graduação. Essa vontade de aproximação se apresenta em oposição à verticalização da produção acadêmica, reforçando o objetivo da Ars Historica em ser um meio de integração entre diversas áreas do conhecimento histórico e acreditando na importância da divulgação intelectual.

 

Site da Revista: http://www.ars.historia.ufrj.br/
Página do Facebook: www.facebook.com/RevistaArsHistorica