Linhas de pesquisa

A área de concentração do Programa, “História Social”, desdobra-se em três linhas de pesquisa (“Sociedade e Política”, “Sociedade e Cultura” e “Sociedade e Economia”). Estas linhas foram estabelecidas em função da necessidade de congregar os efetivos eixos temáticos das pesquisas desenvolvidas pelo corpo docente mas, também, da inevitável abrangência que um programa de pós-graduação da maior universidade federal brasileira deve ter.

Tais opções, consolidadas nos últimos 20 anos, mostraram-se acertadas: hoje, o PPGHIS recebe candidatos de todo o Brasil e do exterior, atraídos pelos temas de pesquisa desenvolvidos no Programa, como, por exemplo:

  • demografia histórica da escravidão;
  • ditaduras militares no Brasil e América Latina;
  • estudos judaicos
  • elites políticas do Rio de Janeiro, do Brasil e da América Latina;
  • história da arte;
  • história da escrita;
  • história da esquerda, dos movimentos sociais e das rebeliões populares;
  • história e ecologia;
  • história e imagem;
  • história do pós-abolição
  • história urbana;
  • instituições artístico-culturais (museus, academias ilustradas etc.);
  • pensamento social e político brasileiro e norte-americano;
  • religião e movimentos messiânicos.

O PPGHIS também tem se caracterizado pela efetiva interdisciplinaridade, acolhendo projetos de pesquisa das áreas de arquitetura, música e patrimônio cultural, por exemplo.

Sociedade e Cultura

Caracterizada por uma diversidade de perspectivas metodológicas e analíticas, a linha tem como principais eixos temáticos: história e imagem, história da arte, história da escrita, identidades coletivas, religião e movimentos messiânicos.

leia mais

Sociedade e Economia

A linha tem como principal eixo analítico a economia e a demografia históricas da escravidão, sendo também marcantes os aportes da micro-história.

leia mais

Sociedade e Política

A linha se caracteriza pela busca de revitalização da História Política, propondo sua aproximação com metodologias diferenciadas, sem, contudo, perder de vista a especificidade de seu objeto.

leia mais