Prêmios de Egressos

Prêmios  de Egressos

As teses e dissertações produzidas no PPGHIS receberam premiações diversas, em todo o Brasil, e aqui destacamos algumas:

2018 –  Vinicius Miranda Cardoso, orientado por Beatriz Catão, recebeu o primeiro lugar pelo seu trabalho O Padroeiro Principal da terra: poderes locais e o culto político-religioso a São Sebastião no Rio de Janeiro, c.1680-c.1763,  no Prêmio Afonso Carlos Marques dos Santos do Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro,

2018  –  Bruno Capilé, orientado por Lise Sedrez, recebeu menção honrosa pelo seu trabalho Os Muitos Rios do Rio de Janeiro: transformações e interações entre dinâmicas sociais e sistemas fluviais na cidade do Rio de Janeiro (1850-1889) no Prêmio Afonso Carlos Marques dos Santos do Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro,

2017 – Pedro Teixeirense, recebeu o Prêmio de Pesquisa Memórias Reveladas, com sua tese de doutorado “A invenção do inimigo: história e memória dos dossiês e contra-dossiês da ditadura militar brasileira (1964-2001)”, na qual foi orientado pelo Prof. Carlos Fico.

2016 – Miqueias Henrique Mugge, menção honrosa na Brazil Section Prizes / Prêmios da Seção Brasil da Latin American Studies Association, categoria “Best Dissertation/Melhor Tese”, com sua tese “Senhores da Guerra: Elites militares no Sul do Império do Brasil (Comandantes Superiores da Guarda Nacional: 1845-1873, ” orientado por Vitor Izecksohn.

2013 – Diego Galeano, orientado por Marcos Bretas,  “Criminosos viajantes: circulações transnacionais entre Rio de Janeiro e Buenos Aires (1890-1930)”, Prêmio Arquivo Nacional de Pesquisa.